Um espaço de Debate, Um formular de ideias
 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Olivença, Posições e Resoluções possíveis.

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte

Qual a saída que estariam dispostos a aceitar?
Nenhuma, Olivença é NOSSA.
29%
 29% [ 6 ]
Nenhuma, Olivença é Espanhola
19%
 19% [ 4 ]
Olivença é nossa, mas aceito uma Governação conjunta
0%
 0% [ 0 ]
Olivença é espanhola, mas aceitaria uma Governação conjunta
0%
 0% [ 0 ]
Olivença ter uma soberania e governação conjunta
0%
 0% [ 0 ]
Olivença ter um estatuto especial, semelhante ao de Andorra
52%
 52% [ 11 ]
Vender-se Olivença a Espanha
0%
 0% [ 0 ]
Total dos votos : 21
 

AutorMensagem
IzNoGuud
Admin
avatar

Número de Mensagens : 418
Localização : Algarve
Data de inscrição : 05/07/2006

MensagemAssunto: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Seg 21 Ago - 9:10

Um bem hajam,

Meus amigos, gostava de aqui criar um espaço de debate que sirva para debater sem complexos as possíveis saídas para a resolução deste problema.

Que cada um diga de sua justiça.

Um abraço,

IzNo

_________________
Não ligues ao que os outros dizem. Escuta-os, analiza e reformula o teu próprio pensar.

Que seja essa a tua força.

Cogito Ergo Sum, I Tego Arcana Dei
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://politica-monarquica.naturalforum.net
Longair

avatar

Número de Mensagens : 402
Data de inscrição : 29/08/2006

MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Ter 29 Ago - 17:25

Acho que Olivença deveria ter um estatuto igual ao de Andorra ou São Marino ou Monaco, etc...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Condestavel

avatar

Número de Mensagens : 17
Idade : 36
Localização : Local da Batalha do 1º
Data de inscrição : 06/08/2006

MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Qua 30 Ago - 11:46

Antes de mais queria que se pusesse cobro ao problema, até aceitaria com a devida compensação que Olivença fosse reconhecida como território espanhol. Agora a situaçãop ideal é Olivença voltar ao seu legitimo espaço.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://tasquinha.blogspot.com
Longair

avatar

Número de Mensagens : 402
Data de inscrição : 29/08/2006

MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Qua 30 Ago - 18:26

Se nem $ há pos conselhos que temos quanto mais um novo de nome olivença ainda por mais hablando espanhol, independencia pa olivença é mais melhor bom pa economia de portugal e vizinhos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anonymou
Convidado



MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Qua 6 Set - 16:39

Caros Amigos .
Eu defendo a Ocupação Militar de Portugal a Olivença e terras de Juromenha,para garantia do Direito Internacional e O Reino de Espanha Cumprir a Assinatura da Acta Final( Artigo 105) do Tratado de Viena em 1815 .O Reino de Espanha não só devolve Olivença e terras de Juromenha como paga uma indeminização a Portugal de 205 anos de Colonealismo (até hoje). e indeminização e realojamento aos Espanhois que teem de abandonar a excolonia.
Se as Assinaturas dos Acordos não servem ,algo está muito mal. lol!
Ver em www.olivenca.org
Bem hajam cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
IzNoGuud
Admin
avatar

Número de Mensagens : 418
Localização : Algarve
Data de inscrição : 05/07/2006

MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Sex 8 Set - 9:03

Diogo Ventura escreveu:
Caros Amigos .
Eu defendo a Ocupação Militar de Portugal a Olivença e terras de Juromenha,para garantia do Direito Internacional e O Reino de Espanha Cumprir a Assinatura da Acta Final( Artigo 105) do Tratado de Viena em 1815 .O Reino de Espanha não só devolve Olivença e terras de Juromenha como paga uma indeminização a Portugal de 205 anos de Colonealismo (até hoje). e indeminização e realojamento aos Espanhois que teem de abandonar a excolonia.
Se as Assinaturas dos Acordos não servem ,algo está muito mal. lol!
Ver em www.olivenca.org
Bem hajam cheers

Isto levantaria uma situação perigosa.

1º Espanha, por muito que tenha assinado o Tratado de Viena, jamais aceitaria que Portugal violasse o que esta ainda considera ser o seu espaço territorial, Olivença É espaço territorial Espanhol legamente até que este seja devolvido a Portugal. Infelizmente Madrid ainda não devolveu foi o dito espaço, finalizando assim o que ficou entretanto acordado.

Ou seja, teriamos uma Guerra com Espanha nas mãos.
E apesar de termos razão, NÃO temos capacidade para mais do que dias de resistência face ao poderio militar Espanhol.
E isso SE os apanhássemos de calças nas mãos.

2º A Comunidade Internacional, repudiaria a tentativa Portuguesa de pela força recuperar uma coisa que Espanha não devolveu mesmo que com um tratado assinado.
Não nos esqueçâmos que de Tratados incumpridos está o Mundo Diplomático farto. Basta olharem para Israel e os Países Árabes ou Palestina.
Sendo que SE perdêssemos, perderiamos TODO o direito a Olivença.

Ou seja, arriscar TUDO numa jogada sem saída. É para mim uma péssima jogada.
Há outros caminhos.

Um abraço,

IzNo

_________________
Não ligues ao que os outros dizem. Escuta-os, analiza e reformula o teu próprio pensar.

Que seja essa a tua força.

Cogito Ergo Sum, I Tego Arcana Dei
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://politica-monarquica.naturalforum.net
Peregrino

avatar

Número de Mensagens : 12
Data de inscrição : 16/08/2006

MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Dom 10 Set - 9:17

A via militar não é desejavel pelos motivos que o Izz referiu. Em primeiro deveriamos procurar levantar o nosso País de modo a que Olivença veja vantagens em retornar à sua verdadeira soberania. Paralelamente deveria haver um 'bombardeamento' diplomatico junto de Espanha e em instancias superiores. Dever-se-ía recorrer a todos os meios legais possiveis e imaginarios! Mostrar a todos o firme desejo de Portugal em recuperar aquilo que é seu e que lhe foi retirado.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://monarquicos.no.sapo.pt
Anonymou
Convidado



MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Qua 20 Set - 11:17

Caro IzNoGuud.
Respeito plenamente a sua posição, sucede que Olivença e Terras de Juromenha não estão na Constituição do Reino de Espanha,a Ocupação Militar não é entendido como acto de Guerra , a reacção a seguir é que talvez seja considerado "acto de guerra".
Porque a Ocupação de Portugal á Luz do Direito Internacional é Legitima ,se for de forma pacifica o Diálogo virá sempre e a Legítimidade é sempre de Portugal isto é não há nada a perder.
Isto não é guerrilha mas sim repôr o Direito Internacional.
Não vamos misturar a Guerra do Médio Oriente com
Olivença e Terras de Juromenha, é totalmente diferente.
E o poderio militar de Espanha esta mal "contado" , não há Ciencias Exatas na Guerra.
Infelizmente Olivença e Terras de Juromenha ,205 anos de colonização do Reino de Espanha já não tem Portugueses.Só que ainda há esperança de reaver o que á nossa Pátria pertence e Honrar os que Tombaram a Defender Olivença e Terras de Juromenha Jamais serão Esquecidos.
Aliás os Espanhois que conhecem a História estão do nosso lado .
Caro Peregrino,a sua forma de actuar é identica á minha "esgotar" o diálogo diplomático,a começar com a comunicação social que está "muda e surda" sobre o litígio de Olivença e Terras de Juromenha."Liberdade de Imprensa"? www.olivenca.org
Abraço, Bem Hajam. : cheers
Voltar ao Topo Ir em baixo
IzNoGuud
Admin
avatar

Número de Mensagens : 418
Localização : Algarve
Data de inscrição : 05/07/2006

MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Qui 21 Set - 5:27

Diogo Ventura escreveu:
Caro IzNoGuud.
Respeito plenamente a sua posição, sucede que Olivença e Terras de Juromenha não estão na Constituição do Reino de Espanha,a Ocupação Militar não é entendido como acto de Guerra , a reacção a seguir é que talvez seja considerado "acto de guerra".

Há aqui um erro meu caro amigo, assim como não está específicamente explícito na Constituíção Espanhola, de igual forma não está na nossa.
Lembre-se de que um território SÓ é expecíficamente citado num texto como a Constituíção quando este é visto como "separado" do território principal.
Na nossa Constituíção, temos o Continente e as Ilhas... em tempos tivemos Portugal e os Algarves... percebes o que quero dizer?

Para Espanha, Olivença é tão deles como Sevilha ou Badajos... Enquanto estes não a retornarem a Portugal... eles só podem ser acusado é de incumprimento de contracto e não de quebra do mesmo pois este, tanto quanto eu saiba não estipulava um tempo limite para esse retorno.

Diogo Ventura escreveu:
...Porque a Ocupação de Portugal á Luz do Direito Internacional é Legitima ,se for de forma pacifica o Diálogo virá sempre e a Legítimidade é sempre de Portugal isto é não há nada a perder.

Errado, no meu ponto de vista é claro, uma vez mais meu caro amigo, pode ser justificável... mas em todo o caso seria vista como incorrecta.
Pelas razões que acima invoquei.

Diogo Ventura escreveu:
...Isto não é guerrilha mas sim repôr o Direito Internacional.
Não vamos misturar a Guerra do Médio Oriente com
Olivença e Terras de Juromenha, é totalmente diferente.
E o poderio militar de Espanha esta mal "contado" , não há Ciencias Exatas na Guerra...

Tem toda a razão meu caro amigo, mas só se o amigo me disser que tem conhecimento total ou parcial das nossas Forças Armadas e das Espanholas.
Eu apesar de não pertencer às mesmas, nossas que fique bem claro, sempre tive algum interesse nelas e nas demais e tenho uma ideia razoável das nossas capacidades, para além de ter conhecido pessoas que integraram exercícios militares e viram in loco o que eramos capazes de fazer.
Ora... na Guerra a surpresa seria tudo... mas antes de aí chegar-mos já pelos passos diplomáticos tomados entretanto, os Espanhóis saberiam que nós vinhamos a caminho, e não se iluda, eles têm planos de contigência para isso mesmo, assim como nós os temos.

Portugal, numa eventual Guerra com Espanha, onde esta nos invadisse somente procuraria salvar a "honra" e partir para a Guerra de Insurreição, esperando que esta fosse suficiente aliada à posição mundial sobre tal invasão.
Ora, como o amigo pôde bem ver pela Primavera de Praga, SE algo acontecer noutro lado do Mundo, as prioridades são o que são... e o Tchecos (à altura Tchecoslovacos) ficaram bem apeados.

Diogo Ventura escreveu:
...Infelizmente Olivença e Terras de Juromenha ,205 anos de colonização do Reino de Espanha já não tem Portugueses.Só que ainda há esperança de reaver o que á nossa Pátria pertence e Honrar os que Tombaram a Defender Olivença e Terras de Juromenha Jamais serão Esquecidos.
Aliás os Espanhois que conhecem a História estão do nosso lado .
Caro Peregrino,a sua forma de actuar é identica á minha "esgotar" o diálogo diplomático,a começar com a comunicação social que está "muda e surda" sobre o litígio de Olivença e Terras de Juromenha."Liberdade de Imprensa"? www.olivenca.org

Assim o espero meu caro amigo, assim o espero.

Um abraço e força para os Amigos de Olivença.

IzNo

_________________
Não ligues ao que os outros dizem. Escuta-os, analiza e reformula o teu próprio pensar.

Que seja essa a tua força.

Cogito Ergo Sum, I Tego Arcana Dei
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://politica-monarquica.naturalforum.net
Anonymou
Convidado



MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Qui 21 Set - 6:22

Caro IzNo
Tocou num ponto que gostaria de esclarecer ,Portugal não reconhece legitimidade de Olivença e Terras de Juromenha como parte do Reino de Espanha ,por esse facto existe os mapas de 1:25 000 dos serviços Cartográficos do Exercito em que está o limite de fronteira do Território a inclusão da Terra Oliventina e parte de Juromenha,aliás há uma freguesia que pertence a Elvas.
Na Constituição da Republica Portuguesa (revisão de 1976) o Traçado de
Fronteira está segundo a Carta de 1:25 000.
No presente como é divulgado o mapa de estradas ,1:5 000,
não existe extrema de fronteira porque falta 100 marcos a separar os dois Paises.
Como vê a "grande" força militar de Espanha não conseguiu ocupar.
Talvez a razão seja mais forte e a determinação de nós Portugueses.
Ao viajarmos de Elvas( rotunda da Pousada)para Olivença estrada e ponte da Ajuda as indicações são Olivença Ajuda ,não está Espanha como na direcção de Badajoz mais uma razão que Portugal não reconhece legitimidade do Reino de Espanha da ocupação uzurpação e aculturação de Olivença e Terras de Juromenha .
Tenho pena de não conseguir colocar o mapa e a resposta da Carta do GAO enviada ao Ministério dos Negócios Estrangeiros sobre o Território Nacional,tenho algumas limitações,se o amigo IzNo tiver essa disponibilidade agradeço bastante. www.olivenca.org
Abraço Monarquico
Voltar ao Topo Ir em baixo
IzNoGuud
Admin
avatar

Número de Mensagens : 418
Localização : Algarve
Data de inscrição : 05/07/2006

MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Sex 22 Set - 5:04

Diogo Ventura escreveu:
Caro IzNo
Tocou num ponto que gostaria de esclarecer ,Portugal não reconhece legitimidade de Olivença e Terras de Juromenha como parte do Reino de Espanha ,por esse facto existe os mapas de 1:25 000 dos serviços Cartográficos do Exercito em que está o limite de fronteira do Território a inclusão da Terra Oliventina e parte de Juromenha,aliás há uma freguesia que pertence a Elvas.
Na Constituição da Republica Portuguesa (revisão de 1976) o Traçado de
Fronteira está segundo a Carta de 1:25 000.
No presente como é divulgado o mapa de estradas ,1:5 000,
não existe extrema de fronteira porque falta 100 marcos a separar os dois Paises.

Caro amigo, não se engane quanto às minhas intenções.
Eu sei que Portugal não reconhece que Olivença faça parte de Espanha, nem o pode ou deveria fazer, ou uma vez mais voltaria a ter vergonha do que os Governos Nacionais fazem à nossa Nação.

Diogo Ventura escreveu:
Como vê a "grande" força militar de Espanha não conseguiu ocupar.

Isto não me quer dizer nada meu caro amigo. Afinal Olivença e Juromenha estão hoje, ainda, integradas em Espanha.
E nós poucos que reinvidicamos a sua devolução, sabemos bem o quanto está dificil conseguir-lo.

Por isso, somente criei este tópico, para se debater OUTRAS possibilidades alternativas às entretanto defendidas que são a TOTAL devolução ou a TOTAL perda desses territórios.

Diogo Ventura escreveu:
...Tenho pena de não conseguir colocar o mapa e a resposta da Carta do GAO enviada ao Ministério dos Negócios Estrangeiros sobre o Território Nacional,tenho algumas limitações,se o amigo IzNo tiver essa disponibilidade agradeço bastante...

caro amigo mande-me os documentos para o meu mail e eu posso tentar colocar-los aqui.

alef_thau@hotmail.com peço-lhe é que me avise do envio dos mesmos para eu ir a esse mail.
É um alternativo Wink

Um abraço.

IzNo

_________________
Não ligues ao que os outros dizem. Escuta-os, analiza e reformula o teu próprio pensar.

Que seja essa a tua força.

Cogito Ergo Sum, I Tego Arcana Dei
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://politica-monarquica.naturalforum.net
Beladona

avatar

Número de Mensagens : 506
Localização : Algarve
Data de inscrição : 25/09/2006

MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Qui 28 Set - 15:27

Olá!!!
Para todos os efeitos Olivença é nossa!!!
Mas temos de nos situar na época presente o que quer dizer que depois de 205 anos já não existem portuguêses,talvêz descendentes que já nasceram no domínio espanhol e espanhois pròpriamente dito.Também vivendo num maior desfogo finamceiro e atractivos sociais,nãoterem interesse nenhum em pertencer ao nível de vida que Portugal pode oferecer,que como sabemos está abaixo do espanhol,temos de ser práticos,que é o que mais interessaà população quando esta tem de optar ou por um,ou por outro país.
Por isso afirmo que sou a favor de um ESTATUTO igual ao de Andorra que em tempos pertenceu a Espanha e França,mais tarde reinou a França e desde 1993 é um principado soberano parlamentar econòmicamente é livre de taxas o que lhe é de grande interesse.
Acho que é o melhor para Olivença quer como principado,quer como república,pois finalmente teria um estatuto próprio e não ficaria com nenhuma das partes implicadas e todos ficariam bem, não deixando esquecer ,isso sim,a História deste pequeno território.
Esta situação deveria de ser focada e estudada publicamente pelos dois governos interessados Portugal e Espanha.
Um abraço da Beladona
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anonymou
Convidado



MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Sex 29 Set - 2:18

Caros Amigos.
Respeito a vossa posição como a preocupação e inquietação. (Espero que os alimentos espanhois não vos tenha "adulterado"o cerbo)
Mas segundo as regras do Direito Internacional e os Tratados são para ser cumpridos , por esse facto é os Homens inventaram semelhantes Regras.
Não compreendo como é possivel ,nós Portugueses sempre Respeitamos os Tratados (5 Outubro de 1143 Zamora Independencia de Portugal),sempre respeitamos e Respeitamos os outros povos( até os espanhois)durante 863 anos, o escudo de Portugal tem os sete Castelos com fundo de côr encarnado que Representa a Independencia de Portugal .
«O Estado Português continua a reclamar a sua Soberania sobre o termo de Olivença e terras de Juromenha,ilegalmente ocupados e colonizados há 205 anos pelo Reino de Espanha que recusa cumprir o que assinou em 1817» (citação do GAO )
A Unica critica que existe da nossa parte como cidadãos é a passividade até hoje dos nossos governantes (estão a espera da decisão dos espanhois).
Quem quer a situação copiada de Andorra não conhece infelizmente a História de Portugal .
Para maior conhecimento www.olivenca.org
Para que conste antes de existir o Reino de Espanha , Olivença e terras de Juromenha já fazia parte da Independencia de Portugal .
Lastimo bastante em que Todos os Portugueses reconhecem com amor proprio D.Afonso Henriques e a História de Olivença e terras de Juromenha desconhecem , e ainda há "historias inventadas".
Isto è muito grave ao ponto de os cidadãos espanhois (não os de Olivença claro)dizerem que estamos com a razão e não se justifica o comportamento do Reino de Madrid.
Para maior informação a Uzurpação e Aculturação com a espulsão dos portugueses em Olivença foi considerado Crimes Contra a Humanidade por menos em outros Países.
Os que Tombaram a defender a Nossa Pátria em Olivença e Terras de Juromenha Jamais serão esquecidos são antepassados nossos.
Quando cumprimos os Tratados os nossos concidadãos foram obrigados a sair das ex-colonias e qual é o problema de acontecer com os espanhois.
Qual o "melindre "o Direito è nosso.
Muito Bem Hajam Viva Portugal Viva O Rei !
Voltar ao Topo Ir em baixo
IzNoGuud
Admin
avatar

Número de Mensagens : 418
Localização : Algarve
Data de inscrição : 05/07/2006

MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Sex 29 Set - 10:06

Diogo Ventura escreveu:
...Mas segundo as regras do Direito Internacional e os Tratados são para ser cumpridos , por esse facto é os Homens inventaram semelhantes Regras.

Tens toda a razão... só que o Tratado foi assinado, mas não foi cumprido... ainda Wink
Não se pode dizer que tenha havido um incumprimento do acordado, somente que Espanha faz uso da nossa pacividade para não entregar o território de Olivença, permanecendo assim este ainda sob a sua alçada.

Agora... é lógico que temos de fazer algo para acabar com esta passividade.
Mas o que eu pergunto é... até onde estamos dispostos a aceitar ir.
Se queremos a incorporação de Olivença e não aceitamos nada mais, se como muitos defendem, aceitariamos um estatuto especial para Olivença.

É isto apenas que se discute aqui. Alternativas e possibilidades para um problema em que para além dos amigos de Olivença, mais ninguêm quer tocar ou pensar muito nele.

Diogo Ventura escreveu:
...Quem quer a situação copiada de Andorra não conhece infelizmente a História de Portugal .
Para maior conhecimento www.olivenca.org
Para que conste antes de existir o Reino de Espanha , Olivença e terras de Juromenha já fazia parte da Independencia de Portugal .

E? O que tem isso a ver com o resto??? Espanha só existe como nação desde 1700 e troca o passo.
Isso não a impediu de ocupar Olivença em 1801 e nós de reocuparmos Olivença durante as Guerras Napoleónicas... somente para devolvermos a mesma sob pressão Inglesa.
Hoje não temos capacidade para reocuparmos Olivença... por isso temos de nos dedicar à Diplomacia.

Portugal espera pelo retorno de Gibraltar, ou da atribuíção de um estatuto especial. Espera pela resolução dos territórios de Ceuta e Melila, em disputa com o Reino de Marrocos, para então apresentar o seu caso.
Tem sido esta a opção dos Governos Nacionais.

Eu acho que a passividade é má política... isto se quisermos Olivença em tempo útil. Mas se quisermos Olivença e não nos "chatear-mos" com Espanha, então temos de esperar pela resolução destes casos ou avançar com propostas alternativas.

Daí este tópico... pelo menos é esta a leitura que eu faço da situação.

Diogo Ventura escreveu:
...Quando cumprimos os Tratados os nossos concidadãos foram obrigados a sair das ex-colonias e qual é o problema de acontecer com os espanhois...

Caro amigo, NEM pense em usar uma situação que não tem nada a ver com a de que estamos a falar.

Poucos foram os que saíram das Províncias Ultramarinas, porque Portugal lhes deu a Independência.
Saíram sim, fugidos de uma situação de perigo de morte.
Pois os então Movimentos de Libertação, perseguiram, mataram e ameaçaram os Portugueses "brancos" que lá estavam. Quanto aos Portugueses "negros"... a esses nem deram oportunidade de escolha... muitos foram mortos, em especial destaque aqueles que participaram na Guerra do nosso lado com incidência para as nossas Tropas Especiais.
Aos quais o nosso Governo, muito reconhecido, simplesmente abandonou... assim como abandonou os Portugueses "brancos" e os quais por cá se assumiram como "Retornados".

Por isso meu caro amigo... respeito muito a sua posição e a sua luta por Olivença, que é e deve ser a de todos nós.
Mas comparar os "Retornados" aos Oliventinos Espanhois... NÃO.

Estes, mesmo na eventualidade de Olivença ser devolvida a Portugal, jamais deveriam ser expulsos. Não somos os Movimentos de Libertação das nossas Ex-Colónias, não somos Espanhois que espalharam a população de Olivença por Espanha, não somos animais. Somos Portugueses e dessa forma saibamos agir conforme somos.

Sejamos Magnânimos, sejamos Portugueses. Façamos de Olivença novamente Portugal ou outra situação qualquer... mas sendo o que somos, ou seja Portugueses.

Um abraço,

IzNo

_________________
Não ligues ao que os outros dizem. Escuta-os, analiza e reformula o teu próprio pensar.

Que seja essa a tua força.

Cogito Ergo Sum, I Tego Arcana Dei
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://politica-monarquica.naturalforum.net
IzNoGuud
Admin
avatar

Número de Mensagens : 418
Localização : Algarve
Data de inscrição : 05/07/2006

MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Sex 29 Set - 10:58

A ver se consigo apresentar alguns dos mapas que o nosso amigo quer aqui colocar.

Os mapas são do Grupo de Olivença.










_________________
Não ligues ao que os outros dizem. Escuta-os, analiza e reformula o teu próprio pensar.

Que seja essa a tua força.

Cogito Ergo Sum, I Tego Arcana Dei
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://politica-monarquica.naturalforum.net
Beladona

avatar

Número de Mensagens : 506
Localização : Algarve
Data de inscrição : 25/09/2006

MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Sex 29 Set - 11:59

Olá!!!
Meu caro Diogo Ventura não subestime a força económica de um país e o que ela representa para o seu povo.
Portugal sópode tratar do caso Olivença através da diplomacia com ou sem Tratados e Espanha vai-se valendo desta impotência portuguêsa.Como o Izno diz,talvêz quando Espanha resolver os casos de Gibraltar,Ceuta e Melila,talvêz,tenhamos então a esperança de ver o nosso caso resolvido.
AGORA!!!Quando faz a COMPARAÇÃO dos intitulados "RETORNADOS"(é preciso saber que nem todos o eram,muitos nasceram nas "antigas Colónias"e foram obrigados a vir para o Continente)com os espanhois de Olivença,,chego à conclusão que não deve de ter conhecimentos directos do assunto,porque um caso nada tem a ver com o outro.
Pois eu ,vivi-o na 1ª pessoa e posso dizer-lhe que se não tivesse vindo com a família e "só com a roupa do corpo",a esta hora já não existiria,como pessoas amigas que por lá ficaram...E olhe,que não foi por ser avisada por "brancos"mas sim por amigos "negros"que ainda hoje recordo com saúdade que resolvi a muito custo regressar.
Presentemente tenho familiares que se sentem apátridas e deslocados,eu própria ,ainda hoje não me recompuz do sucedido à 30 anos...
Quanto aos espanhois de Olivença em caso de retorno,teriam todos os direitos,liberdades e apoios que são apanágio de estados democráticos.
Um abraço da Beladona
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anonymou
Convidado



MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Sex 29 Set - 13:49

beladona escreveu:
Olá!!!
Meu caro Diogo Ventura não subestime a força económica de um país e o que ela representa para o seu povo.
Portugal sópode tratar do caso Olivença através da diplomacia com ou sem Tratados e Espanha vai-se valendo desta impotência portuguêsa.Como o Izno diz,talvêz quando Espanha resolver os casos de Gibraltar,Ceuta e Melila,talvêz,tenhamos então a esperança de ver o nosso caso resolvido.
AGORA!!!Quando faz a COMPARAÇÃO dos intitulados "RETORNADOS"(é preciso saber que nem todos o eram,muitos nasceram nas "antigas Colónias"e foram obrigados a vir para o Continente)com os espanhois de Olivença,,chego à conclusão que não deve de ter conhecimentos directos do assunto,porque um caso nada tem a ver com o outro.
Pois eu ,vivi-o na 1ª pessoa e posso dizer-lhe que se não tivesse vindo com a família e "só com a roupa do corpo",a esta hora já não existiria,como pessoas amigas que por lá ficaram...E olhe,que não foi por ser avisada por "brancos"mas sim por amigos "negros"que ainda hoje recordo com saúdade que resolvi a muito custo regressar.
Presentemente tenho familiares que se sentem apátridas e deslocados,eu própria ,ainda hoje não me recompuz do sucedido à 30 anos...
Quanto aos espanhois de Olivença em caso de retorno,teriam todos os direitos,liberdades e apoios que são apanágio de estados democráticos.
Um abraço da Beladona
Carissima Beladona
Lastimo o que passou assim como Todos os nossos compatriotas das ex-colonias mas tambem nós todos no Continente sofremos a" lei da rolha"sem destinção de côr da pele.
O que aconteceu em 205 anos tem que ser "incluido" que não há dinheiro que pague a Uzurpação ,Aculturação e espulsão do nosso Povo de Olivença e terras de Juromenha.
O Poder Economico está um pouco mal contado ,que tem havido um crescimento economico é de louvar mas um país que tem um nivel de pobreza de 20º/º.e que saiu á 15 anos do terceiro mundo ,ainda deixa muito a desejar.Assim como a grande riqueza de Espanha esta´nas minas de extracção de ferro no Pais Basco ,se retirar este País ou provincia á Espanha é mais pobre que nós .
O nosso país não é Industrializado mas «antes partir do que vergar».diz o nosso povo.
Esta questão nunca foi nem jamais será pacifica .
Porque o Tratado de Viena nada tem a ver com outros conflictos é unico,é preciso não ter vergonha na cara para tão vil ocupação( no que respeita a Madrid). Até os Espanhois( povo) nos dão razão e estão do lado do Direito Internacional. www.olivenca.org
Bem Haja
Voltar ao Topo Ir em baixo
Beladona

avatar

Número de Mensagens : 506
Localização : Algarve
Data de inscrição : 25/09/2006

MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Sex 29 Set - 15:48

Olá!!!
Caríssimo Diogo Ventura!
Volto a contradizê-lo na comparação que faz.Parece querer dizer que cá também houve "coitadinhos".
Mas enquanto que os perseguidos no Continente,pela "lei da rolha" como diz,eram-no por razões de opções políticas contrárias às vigentes na altura e que por se viver numa ditadura já era de esperar que assim o fossem,essas pessoas sabiam bem os perigos que corriam...
Nós não!Fomos pura e simplesmente abandonados de surpresa pelos governantes da altura do Continente,aos novos governantes das ex colónias que não nos deram possibilidades nenhumas de segurança das nossas vidas e bens e como tal,tivemos de fugir.
Acho que apesar de serem 2 situações dramáticas não são idênticas.Termino este já longo àparte,que não fas parte do tema em questão,continuando com as suas restantes afirmações àcerca de Olivença com as quais concordo,mas,continuo na minha.Está na diplomacia e no momento certo a nossa única forma de chegarmos a algum lugar...
Admiro a sua perserverança e força nos seus ideais e princípios.
É um patriota de louvar,mas não feche os olhos às realidades dos tempos de hoje...
Um abraço da Beladona
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anonymou
Convidado



MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Sex 29 Set - 17:30

Caríssima Beladona.
Muito agradecido no meu ponto de vista a amiga não é menos patriota que eu.
A referencia que faço á "lei da rolha" ,foi a entrega apressada das excolonias e os nossos conterranios terem de fugir a pressa para o continente quase sem haveres ,para que o drama não bastasse ,entra milhares de compatriotas sem condições de serem integrados rápidamente , sendo tratados como refugiados dentro do própio País isto foi dramatico para todos Portugueses , até para os nossos emigrantes que "colaboram" á força com impostos sobre algum dinheiro que tinham em contas de bancos Portugueses (Banca Nacionalizada quero dizer).
Penso que os espanhois de Olivença que é Portugal não terão de todo sofrimento identico aos nossos compatriotas que foram expulsos da mesma localidade (Oivença e terras de Juromenho) ,ainda 90º/º da população portuguesa é Católica Apostólica e Fiel ao Vaticano).
Não faz mal ,ninguem foge de prepósito ao tópico em questão.
Tambem sou a favor de esgotarmos as Vias Diplomáticas ao mais Alto Nivel , mas não descoro a ideia de Usarmos O Direito Internacional de Ocupação Militar de Olivença e Terras de Juromenha.
Seria boa estratégica para o diálgo Diplomático.
www.olivenca.org
Bem Haja
Voltar ao Topo Ir em baixo
IzNoGuud
Admin
avatar

Número de Mensagens : 418
Localização : Algarve
Data de inscrição : 05/07/2006

MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Sab 30 Set - 9:45

Creio que se usou um exemplo errado para se procurar justificar uma possível expulsão de cidadãos Espanhóis do que seria uma Olivença regressada a domínio Português.

Não creio que haveria necessidade disso... afinal de contas SE há altura se fez, tal era prática corrente.
Não creio que se deva colocar a população local, indiferente de ser portuguesa ou espanhola a votos, pois sinceramente esta não tem nada a ver com o caso. É um assunto entre Estados Soberanos.

Tratamos da definição de uma Fronteira, a qual está acordada mas não implementada.

Ora... o caso é simples... ou Espanha nos devolve Olivença, ou Portugal aceita um estatuto especial para Olivença... o qual poderia até ajudar a desenvolver mais as regiões limitrofes.
Com estatuto especial, não falo apenas de uma Andorra Alentejana, mas porque não uma área/região autónoma que se auto-governe, mas sob a alçada da jurisdição de ambas as nações? Com o destaque de que o território seria entregue a Portugal SE a experiuência falhasse.

Qual seria o problema de tais cenários?

_________________
Não ligues ao que os outros dizem. Escuta-os, analiza e reformula o teu próprio pensar.

Que seja essa a tua força.

Cogito Ergo Sum, I Tego Arcana Dei
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://politica-monarquica.naturalforum.net
Beladona

avatar

Número de Mensagens : 506
Localização : Algarve
Data de inscrição : 25/09/2006

MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Sab 30 Set - 11:45

Olá!!!

Caríssimo Diogo Ventura

No que concerne à "lei da rolha" mencionada por si,peço desculpa por a ter interpretado mal.

Concordo como já disse noutras mensagens minhas que a Via Diplomática seria o melhor para resolver o assunto em questão.Aliás, a opinião que o IzNo dá no fim da sua mensagem de hoje,é precisamente o que também acho...

Um abraço da Beladona
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
vm

avatar

Número de Mensagens : 59
Data de inscrição : 23/07/2006

MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Ter 3 Out - 5:18

Há aqui uma questão que é a dualidade de principios defendidos por Espanha. Por um lado Olivença é uma 'não-questão' para Madrid e por outro Gibraltar é uma ocupação, uma 'colónia' Inglesa que deve ser devolvida a Espanha. Para não falar dos territórios de Espanha no Norte de África e que Marrocos reclama como seus.

A resolução de um envolve a resolução dos outros pois todos assentam no mesmo principio, na mesma questão que é saber quem tem direito aos territórios, os estados que são historicamente seus soberanos ou os que ocupam, com a gravidade acrescida de um Tratado assinado e não cumprido por Espanha.

Na verdade o que Espanha sempre quis foi toda a margem esquerda do Guadiana e os Portugueses em Lisboa ainda não viram que retirando as condições minimas e atacando sistematicamente os habitantes do interior vão acabar por oferecer isso a Espanha de bandeja, se não no papel pelo menos no coração e na economia, e não só na margem do Guadiana amas em toda a extensão da fronteira.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Anonymou
Convidado



MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Sab 21 Out - 5:03

[quote="IzNoGuud"]Creio que se usou um exemplo errado para se procurar justificar uma possível expulsão de cidadãos Espanhóis do que seria uma Olivença regressada a domínio Português.

Não creio que haveria necessidade disso... afinal de contas SE há altura se fez, tal era prática corrente.
Não creio que se deva colocar a população local, indiferente de ser portuguesa ou espanhola a votos, pois sinceramente esta não tem nada a ver com o caso. É um assunto entre Estados Soberanos.

Tratamos da definição de uma Fronteira, a qual está acordada mas não implementada.

Ora... o caso é simples... ou Espanha nos devolve Olivença, ou Portugal aceita um estatuto especial para Olivença... o qual poderia até ajudar a desenvolver mais as regiões limitrofes.
Com estatuto especial, não falo apenas de uma Andorra Alentejana, mas porque não uma área/região autónoma que se auto-governe, mas sob a alçada da jurisdição de ambas as nações? Com o destaque de que o território seria entregue a Portugal SE a experiuência falhasse.

Qual seria o problema de tais cenários?[/

Caro IzNo
Portugal está 200 anos á espera que seja cumprido a Acta Final do Tratado de Viena 1815 .Não reconhece ,Olivença e Terras de Juromenha mais a Freguesia do Concelho de Elvas,como Território do Reino de Espanha.
Faltam no presente 100 marcos de Fronteira isto é pela elegalidade não há fronteira .
Portanto está fora de questão ceder seja o que for.
Primeiro que tudo honrar a assinatura do Tratado.
Nós em relacção a Macau cumprimos o Tratado e a Transição aconteceu sem problemas ,quem quiz veio para Portugal outros ficaram .
Cada caso um caso Olivença não foi nenhuma "prenda"mas sim ocupada ,usurpada e aculturada é inpressionante , só no Kosovo é que há violação e agressão isto até dá dó tanta mentira e encobrimento da verdade em relacção aos nossos compatriotas que foram expulsos do seu País e em alguns casos mortos.(os que resistiram).
Esta ultima afirmação(paragrafo) não diz respeito a sí caro amigo mas sim á generalidade das pessoas,as que desconhecem o "problema"
Bem Haja
www.olivenca.org
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anonymou
Convidado



MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Sab 21 Out - 5:05

[quote="IzNoGuud"]Creio que se usou um exemplo errado para se procurar justificar uma possível expulsão de cidadãos Espanhóis do que seria uma Olivença regressada a domínio Português.

Não creio que haveria necessidade disso... afinal de contas SE há altura se fez, tal era prática corrente.
Não creio que se deva colocar a população local, indiferente de ser portuguesa ou espanhola a votos, pois sinceramente esta não tem nada a ver com o caso. É um assunto entre Estados Soberanos.

Tratamos da definição de uma Fronteira, a qual está acordada mas não implementada.

Ora... o caso é simples... ou Espanha nos devolve Olivença, ou Portugal aceita um estatuto especial para Olivença... o qual poderia até ajudar a desenvolver mais as regiões limitrofes.
Com estatuto especial, não falo apenas de uma Andorra Alentejana, mas porque não uma área/região autónoma que se auto-governe, mas sob a alçada da jurisdição de ambas as nações? Com o destaque de que o território seria entregue a Portugal SE a experiuência falhasse.

Qual seria o problema de tais cenários?[/

Caro IzNo
Portugal está 200 anos á espera que seja cumprido a Acta Final do Tratado de Viena 1815 .Não reconhece ,Olivença e Terras de Juromenha mais a Freguesia do Concelho de Elvas,como Território do Reino de Espanha.
Faltam no presente 100 marcos de Fronteira isto é pela elegalidade não há fronteira .
Portanto está fora de questão ceder seja o que for.
Primeiro que tudo honrar a assinatura do Tratado.
Nós em relacção a Macau cumprimos o Tratado e a Transição aconteceu sem problemas ,quem quiz veio para Portugal outros ficaram .
Cada caso um caso Olivença não foi nenhuma "prenda"mas sim ocupada ,usurpada e aculturada é inpressionante , só no Kosovo é que há violação e agressão isto até dá dó tanta mentira e encobrimento da verdade em relacção aos nossos compatriotas que foram expulsos do seu País e em alguns casos mortos.(os que resistiram).
Esta ultima afirmação(paragrafo) não diz respeito a sí caro amigo mas sim á generalidade das pessoas,as que desconhecem o "problema"
Bem Haja
www.olivenca.org
Voltar ao Topo Ir em baixo
Anonymou
Convidado



MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   Sab 21 Out - 5:06

[quote="IzNoGuud"]Creio que se usou um exemplo errado para se procurar justificar uma possível expulsão de cidadãos Espanhóis do que seria uma Olivença regressada a domínio Português.

Não creio que haveria necessidade disso... afinal de contas SE há altura se fez, tal era prática corrente.
Não creio que se deva colocar a população local, indiferente de ser portuguesa ou espanhola a votos, pois sinceramente esta não tem nada a ver com o caso. É um assunto entre Estados Soberanos.

Tratamos da definição de uma Fronteira, a qual está acordada mas não implementada.

Ora... o caso é simples... ou Espanha nos devolve Olivença, ou Portugal aceita um estatuto especial para Olivença... o qual poderia até ajudar a desenvolver mais as regiões limitrofes.
Com estatuto especial, não falo apenas de uma Andorra Alentejana, mas porque não uma área/região autónoma que se auto-governe, mas sob a alçada da jurisdição de ambas as nações? Com o destaque de que o território seria entregue a Portugal SE a experiuência falhasse.

Qual seria o problema de tais cenários?[/

Caro IzNo
Portugal está 200 anos á espera que seja cumprido a Acta Final do Tratado de Viena 1815 .Não reconhece ,Olivença e Terras de Juromenha mais a Freguesia do Concelho de Elvas,como Território do Reino de Espanha.
Faltam no presente 100 marcos de Fronteira isto é pela elegalidade não há fronteira .
Portanto está fora de questão ceder seja o que for.
Primeiro que tudo honrar a assinatura do Tratado.
Nós em relacção a Macau cumprimos o Tratado e a Transição aconteceu sem problemas ,quem quiz veio para Portugal outros ficaram .
Cada caso um caso Olivença não foi nenhuma "prenda"mas sim ocupada ,usurpada e aculturada é inpressionante , só no Kosovo é que há violação e agressão isto até dá dó tanta mentira e encobrimento da verdade em relacção aos nossos compatriotas que foram expulsos do seu País e em alguns casos mortos.(os que resistiram).
Esta ultima afirmação(paragrafo) não diz respeito a sí caro amigo mas sim á generalidade das pessoas,as que desconhecem o "problema"
Bem Haja
www.olivenca.org


Última edição por em Seg 23 Out - 3:16, editado 1 vez(es)
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Olivença, Posições e Resoluções possíveis.   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Olivença, Posições e Resoluções possíveis.
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 5Ir à página : 1, 2, 3, 4, 5  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Posição da Chaminé p/fornos a lenha ou a gás, onde colocar?
» POSIÇÃO DA CHAMINÉ DO FORNO IGLU
» O IBAMA E OS HIBRIDOS
» home forçe line mod.spc5110C res. na posição r27,28-13e16 torrado e zd z1 e z2 em curto
» Forno a Lenha - Formato Tunel - Posição Chaminé

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Porque a Monarquia também é Política :: Visões Políticas :: Porque a Monarquia também é Política-
Ir para: