Um espaço de Debate, Um formular de ideias
 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Crítica (Construtiva) à Metodologia Monárquica

Ir em baixo 
AutorMensagem
IzNoGuud
Admin
avatar

Número de Mensagens : 418
Localização : Algarve
Data de inscrição : 05/07/2006

MensagemAssunto: Crítica (Construtiva) à Metodologia Monárquica   Sex 8 Set - 10:24

Caros amigos,

Quem estudar o Movimento Monárquico pós implantação da República dar-se-á conta de inúmeros momentos dentro do mesmo.

Temos as tentativas de Contra-Revolução até aos anos 20 com as Incursões Monárquicas.
Os quais considero serem levantamentos por parte de aqueles que verdadeiramente viviam o momento político da nossa parte.
E sem o tão esperado, e necessário, apoio popular por parte de uma população tradicionalmente apolítica. A nível Nacional quero dizer.

Passamos para um 2º momento, onde a Monarquia Portuguesa "adormece" aparentemente.
Creio que a mesma negoceia com o actual regime, de modo a poder regressar a casa, enquanto se procura reunificar em torno de uma única cabeça, quase parecemos o conflicto entre a OLF/Fatah versus Hammas.

Novo momento e este crítico na Monarquia Portuguesa.
Morre D. Manuel II, em circuntâncias pouco claras (relativamente) e sem deixar Herdeiro definido, apesar da existência de contactos nesse sentido com o ramo paralelo Miguelista.

Não posso admitir a existência de um acordo definitivo firmado sem este ter vindo a público. Ou seja, na minha ideia, os Pactos de Dover não passam de uma proposta de intenções ou quanto muito uma tentativa de acordo nunca formalizada.

O Movimento Monárquico restrutura-se após a morte de D. Manuel II dividindo-se entre os que continuam a não aceitar o ramo paralelo Miguelista e aqueles que passam a aceitar o mesmo, juntando-se a estes e assumindo este novo núcleo a designação de "Duartistas".
(Gosto de distinguir os Miguelistas e os Duartistas, pois os últimos já englobam Liberais no seu seio).

A República vem iniciar o que considero um ponto fulcral para o Movimento Monárquico.
Por algum motivo, ainda pouco claro, esta rescinde as Leis do Banimento e Proscrição.
Permitindo assim o regresso da Família Real Portuguesa do exílio.
Gosto de acreditar que tal se tenha passado por algum acordo secreto entre D. Manuel II e a mesma, tendo sido a moeda de troca, na minha opinião, a entrega do Património da Família Real Portuguesa.

É que ou foi isto, ou D. Manuel II arriscou tudo numa "jogada de dados" muito perigosa.
Em todo o caso, mérito seja-lhe feito pelo que aparentemente conseguio.
Apesar de, igualmente aparentemente, ter falhado no seu dever de deixar um herdeiro ao trono bem definido.
Isto partindo do princípio que D. Manuel II não quis sempre que fossem os Portugueses a escolher quem quereriam para seu Rei. Mas isso são outras discussões.

_________________
Não ligues ao que os outros dizem. Escuta-os, analiza e reformula o teu próprio pensar.

Que seja essa a tua força.

Cogito Ergo Sum, I Tego Arcana Dei
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://politica-monarquica.naturalforum.net
IzNoGuud
Admin
avatar

Número de Mensagens : 418
Localização : Algarve
Data de inscrição : 05/07/2006

MensagemAssunto: Re: Crítica (Construtiva) à Metodologia Monárquica   Sex 8 Set - 10:37

Voltando ao tema...

As revogações Repúblicanas, no meu entender, despoletam uma nova crise no Movimento Monárquico.
Passo a exemplificar o porquê de dizer o que acabei de dizer.

1º Na eventualidade dos Pactos de Dover realmente existirem e D. Manuel II ter aceite D. Duarte Nuno como seu herdeiro, em todo o caso surgem 2 problemas.

- 1) Não foi revogada por D. Manuel II a Lei que impedia os Miguelistas de voltarem a Portugal e de se habilitarem ao Trono de Portugal.
(Apesar de Geneológicamente uma Lei não poder retirar os direitos de alguêm, legalmente um estado também não está obrigado a aceitar-los).

- 2) Em todo o caso, D. Duarte Nuno ERA estrangeiro, mesmo com a oferta de extra-territorialidade oferecida pelos Autro-Húngaros.
(que somente quer dizer que para os autro-hungaros, D. Miguel e sua descendência varonil NÃO eram apátridas mas sim Portugueses e que como é óbvio TAL em nada implica para a Legalidade Portuguesa).
Sendo que com as revogações republicanas, tendo eu algumas dúvidas em relação à pretensão de D. Duarte Nuno (apesar de todo o apreço que tenho ainda hoje por este Sr.), já não se aplicam à sua descendência já nascida em território Nacional.

Ou seja e para simplicar a actual posição de D. Duarte Pio e sua descendência, TEMOS de reconhecer a República como regime legal a Governar Portugal.
Agora que cada um ramifique de aqui o que tal implica.

Em todo o caso, passados todos estes anos e ainda o Movimento Monárquico Português discute e debate qual a posição a tomar/seguir, em volta dos acontecimentos desde a morte de D. Manuel II e a revogação republicana.
Sendo que há um consenso em torno do bom senso, não há no entanto uma unanimidade.

Passamos agora para o momento, em que o Estado Novo, aparentemente pensou em restabelecer o Regime Monárquico como forma de manter a estrutura do "tecido" Nacional da altura.
Plano que foi colocado na gaveta com a ascenção de Marcelo Caetano numa 1ª fase e com o 25 de Abril numa 2ª fase.

_________________
Não ligues ao que os outros dizem. Escuta-os, analiza e reformula o teu próprio pensar.

Que seja essa a tua força.

Cogito Ergo Sum, I Tego Arcana Dei
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://politica-monarquica.naturalforum.net
IzNoGuud
Admin
avatar

Número de Mensagens : 418
Localização : Algarve
Data de inscrição : 05/07/2006

MensagemAssunto: Re: Crítica (Construtiva) à Metodologia Monárquica   Sex 8 Set - 10:45

Novo momento acontece com a entrada na vida política Republicana de um partido Monárquico.
Creio que uma bela iniciativa, e a 1ª digna desse nome desde os Pactos de Dover, que foram a última acção real protagonizada por Monárquicos, aparentemente.
Mas que se gorou, creio eu, pelo papel que este partido procurou ter no tecido político nacional.

Um Partido Conservador, sem ideias novas para os problemas Nacionais, e que com muito pouca influência à partida, foi perdendo a que ainda tinha, ao não se saber adaptar à realidade política Nacional.

Vivemos hoje um último momento no Movimento Monárquico Português.
Hoje, cidadãos, cansados do que se tem passado neste actual regime e que se revêm no anterior (monárquico) por diversas razões, procuram iniciar uma fase mais activa (já há provas disso mesmo) de modo a apresentar aos Portugueses uma alternativa política.

Ora, e agora vão começar as críticas.
O Movimento Monárquico, cobriu-se de inércia.
O seu papel, de procurar salvaguardar a "memória" do que era a Monarquia não permite que estes novos movimentos dentro de si (em parte) saiam à rua com as suas ideias.

Discute-se como eu disse à pouco, legitimidades e espera-se que todos aceitem que por termos um Soberano que Portugal se tornará num mar de rosas.
Mas não vejo planos concretos de aliciamento da população nacional, com propostas de reformas sociais, civis, legais, etc..
É isto que creio onde temos de começar a bater e bater forte.

Um bem hajam e por favor, mandem mais ideias e sugestões ao que aqui apresentei.

IzNo

_________________
Não ligues ao que os outros dizem. Escuta-os, analiza e reformula o teu próprio pensar.

Que seja essa a tua força.

Cogito Ergo Sum, I Tego Arcana Dei
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário http://politica-monarquica.naturalforum.net
Longair

avatar

Número de Mensagens : 402
Data de inscrição : 29/08/2006

MensagemAssunto: Re: Crítica (Construtiva) à Metodologia Monárquica   Qui 16 Nov - 17:43

ha valente tas com força, dá-lhe que talvez ela se levante, a monarquia Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RosaLati
Convidado



MensagemAssunto: Re: Crítica (Construtiva) à Metodologia Monárquica   Sex 17 Nov - 5:07

Excelente exposição Iz, com a qual estou em acordo absoluto.

Um abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Crítica (Construtiva) à Metodologia Monárquica   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Crítica (Construtiva) à Metodologia Monárquica
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Maquina automática de fazer pizza.
» Alguém utiliza camara climática para guardar as bolinhas de massa?
» Batendo papo com um cristão, um fanático da CCB
» Ética JÁ NA CCB
» Ética JÁ NA CCB CCBREALIDADE.COM DIZ Um Relatório muito fácil de ler!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Porque a Monarquia também é Política :: Visões Políticas :: Porque a Monarquia também é Política-
Ir para: