Um espaço de Debate, Um formular de ideias
 
InícioInício  PortalPortal  GaleriaGaleria  FAQFAQ  BuscarBuscar  Registrar-seRegistrar-se  MembrosMembros  GruposGrupos  Login  

Compartilhe | 
 

 Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 11, 12, 13  Seguinte
AutorMensagem
RosaLati
Convidado



MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Sex 22 Dez - 14:27

Plenamente de acordo, caro Rider. A grande dificuldade de todos os sistemas, é adequar a Teoria, às mentalidades de um povo.

Um abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo
Longair



Número de Mensagens : 402
Data de inscrição : 29/08/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Sex 22 Dez - 14:41

teoria vs mentalidades vs confusão vs mais teoria
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RosaLati
Convidado



MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Sab 23 Dez - 10:10

é bem verdade, Longair, essa máxima, foi de sábio.
Um abraço
Voltar ao Topo Ir em baixo
Longair



Número de Mensagens : 402
Data de inscrição : 29/08/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Ter 26 Dez - 6:25

toda a sabedoria é confusa, para os incultos mas tb para os cultos
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
JTMB



Número de Mensagens : 111
Data de inscrição : 09/11/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Qua 10 Jan - 11:22

http://www.caminhadapelavida.org/
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Longair



Número de Mensagens : 402
Data de inscrição : 29/08/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Qua 10 Jan - 13:36

um sim dito sem convicção é um não convicto que, sim não vai resultar em nada mais que, somente mais uma palavra, em uma opção votada ao não.



eu.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Beladona



Número de Mensagens : 506
Localização : Algarve
Data de inscrição : 25/09/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Qua 10 Jan - 13:49

Caro JTMB

Votando no Não,neste caso do aborto limita e restringe a liberdade de opção...

Votando no Sim dá a liberdade de se poder ou não abortar,segundo as consciências e necessidades de cada um.

Um abraço da Beladona
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
JTMB



Número de Mensagens : 111
Data de inscrição : 09/11/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Qui 11 Jan - 10:43

Beladona escreveu:
Caro JTMB

Votando no Não,neste caso do aborto limita e restringe a liberdade de opção...

Votando no Sim dá a liberdade de se poder ou não abortar,segundo as consciências e necessidades de cada um.

Um abraço da Beladona

Exacto, dou a Liberdade de se ASSASSINAREM LEGALMENTE INOCENTES.

NÃO CONTE COMIGO PARA ISSO
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
JTMB



Número de Mensagens : 111
Data de inscrição : 09/11/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Qui 11 Jan - 10:45

Já vivemos numa sociedade burocrata, nas empresas existem os burocratas, e parece que existem por ai agora os políticos “sexocratas”.



Explico:

O que está em voga e é, hoje em dia, politicamente correcto discutir, principalmente pelos nossos políticos, são assuntos que têm a ver com causas ditas fracturantes, isto é, questões de valores que dividem a sociedade. Os nossos órgãos de comunicação social não se cansam de falar nas uniões de facto entre homossexuais (nalguns casos até com direito a adopção), na pílula do dia seguinte (leia-se pílula abortiva) e agora ultimamente com repetição através de referendo sobre o aborto ou, como costumam dizer mais “adocicadamente”, Interrupção Voluntária da Gravidez. Será que os problemas da Educação, da Saúde, do primeiro Emprego, da Habitação não serão assuntos muito mais importantes – que não dividem mas unem as pessoas – e que nos deverão preocupar como cidadãos portugueses?

Parece que não! O que importa – como se fosse a prioridade das prioridades – são essas questões chamadas fracturantes, como o aborto. No congresso do meu Partido, em que fui delegado – esse assunto voltou a estar na ordem do dia e dominou a actualidade política através de varias moções globais. Por vezes, fico com a sensação que parece ser usado como manobra para desviar a nossa atenção daquelas que são verdadeiras causas da esquerda.

Mas o que me entristece em tudo isto, é que as pessoas falam do aborto como se fosse uma questão de política partidária, e esquecem-se que o que está em causa é a VIDA, uma VIDA única, irrepetível e que deve ser respeitada.

Mais uma vez aqui deixo e reafirmo as convicções que me levam a dizer Não ao aborto:

- A morte nunca foi solução nem resposta para nada.

- Não posso concordar que exista o aborto livre, a simples pedido da mãe. Isto é, que até às 10 semanas um ser humano fique sem qualquer protecção legal.

- Defendo que tem que se valorizar a maternidade, promovendo redes de solidariedade social que ofereçam alternativas concretas às mulheres grávidas em situação difícil.

- O aborto não se combate legalizando, mas sim criando verdadeiras alternativas solidárias: uma educação sexual esclarecida, um planeamento familiar sério e uma aposta decidida na prevenção.

- Ao contrário do que se diz por aí, este assunto não diz só respeito às mulheres. O pai tem um papel fundamental. Não pode nem deve demitir-se das responsabilidades, muito menos ser excluído por terceiros.

Amigos e pessoas do meu partido com responsabilidades políticas, muitas vezes já me aconselharam a não falar nestas matérias porque “estava a queimar-me“, mas respondo na mesma forma como acabo este meu texto:

Esteja onde estiver, exerça os cargos que exercer, pugnarei sempre pela Vida!

Claudio Anaia

Dirigente do Partido Socialista

Militante Honorário da Juventude Socialista
[/b]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RosaLati
Convidado



MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Qui 11 Jan - 12:41

Caro JTMB, concordo em pleno, quando afirma que o referendo sobre a IVG, é uma manobra política para desviar atenções e tem provocado um verdadeiro Folclore, como o povo gosta, onde Estado e Religião, são debatidos na mesma "arena". Na minha opinião, o governo em vez de gastar dinheiro em referendos, tem é de legislar, já que tem maioria absoluta, como tal só teria era de aprovar a Lei sobre a Ivg, assim, como aprova aumentos de impostos, assim como aprova medidas de taxas moderadoras nos hospitais, assim como tem a saúde e a educação de rastos com uma ministra tão obtusa que chega a afirmar que perdeu os professores, mas que ganhou a população. Então a população que vá dar aulas. Uma ministra que foi professora e que deixou o ensino porque ganhava mal, lol. Mas como não querem perder votos, há que fazer referendos para causas que não impliquem roubar a população, pois quando se trata de legislar, para aprovar leis que são verdadeiros roubos, ou de legislar sobre a saúde condenando À morte por falta de recursos da população portuguesa, aí, já não são precisos referendos. Mas....nada se pode dizer. Foram eleitos com a maioria. Enfim....coisas da Democracia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Longair



Número de Mensagens : 402
Data de inscrição : 29/08/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Qui 11 Jan - 12:57

pugnar pela vida não é tirar o direito ao ser feminino de usar o seu ventre como quer, nem da o direito de tirar ao casal o seu direito de decisão sobre se existe futuro para um futuro ser em familia, sendo esse ser perfeito ou não, pugnar pela vida é respeitar a vida individual de cada um enquanto ser existente responsavel que paga pelos seus direitos, pugnar pela vida é não matar á mulher direito a si mesma quando andou 1000 anos sem os ter e os conquistou á tão pouco tempo, pugnar pela vida é o homem não alimentar a prostituição, pugnar pela vida é fazer algo pela joventude que se perde na droga, sai dos estudos, pugnar pela vida é não abandonar os que estão pelas ruas tais pedintes, pugnar pela vida é olhar pelos vivos, pugnar pela vida é dar oportunidade de se poder ter uma vida simples com os bens essenciais, como pão, trabalho, casa e familia além de algum tempo para nos distrair-mos, pugnar pela vida é ter uma mente de 360º e não de 180º, pugnar pela vida é observar que cada caso é um caso assim como cada ser humano é um ser humano, pugnar pela vida é respeitar quem nos da a vida e lhes dar o direito de decidirem pois elas são o centro do mundo, coisa que nem os politicos ou economistas ainda se aperceberam, pois se um dia elas param, o mundo e a sociedade caiem que nem um baralho de cartas, meus senhores pensem não nois enterrem ainda mais do que ja estamos pos 25 de abr, pois de ilusões esta o mundo cheio e so se ve retrocesso, pois nos avanços and o interesse económico e politico onde os seres humanos nada mais são que peças de um xadrez onde a mafia impera, ou será que neste belo jardim do purgatorio á beira mar so existem santos.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
JTMB



Número de Mensagens : 111
Data de inscrição : 09/11/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Qui 11 Jan - 13:36

RosaLatina escreveu:
Caro JTMB, concordo em pleno, quando afirma que o referendo sobre a IVG, é uma manobra política para desviar atenções e tem provocado um verdadeiro Folclore, como o povo gosta, onde Estado e Religião, são debatidos na mesma "arena". Na minha opinião, o governo em vez de gastar dinheiro em referendos, tem é de legislar, já que tem maioria absoluta, como tal só teria era de aprovar a Lei sobre a Ivg,

Cara Beladona

Não sou eu quem afirma mas sim um deputado do PS que está citado no meu texto.

Acha mesmo que era democrático legislar sobre um assunto que já tinha sido referendado e em que o NÃO ganhou??????????? Estranha concepção de democracia a sua. Muitissimo diferente da minha. Havia uns partidos no Paralamento que tb defendiam essa opção Bloco de Esquerda e PCP, mas esses são pouco democratas....
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Longair



Número de Mensagens : 402
Data de inscrição : 29/08/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Qui 11 Jan - 13:52

gostaria de saber qual dos partidos com acento no parlamento tem alguma coisa de democratico, quando quase todos os seus politicos de base vem de partidos da esquerda e os que não veem, ajudaram a enterrar este pais
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RosaLati
Convidado



MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Qui 11 Jan - 14:13

JTMB escreveu:
RosaLatina escreveu:
Caro JTMB, concordo em pleno, quando afirma que o referendo sobre a IVG, é uma manobra política para desviar atenções e tem provocado um verdadeiro Folclore, como o povo gosta, onde Estado e Religião, são debatidos na mesma "arena". Na minha opinião, o governo em vez de gastar dinheiro em referendos, tem é de legislar, já que tem maioria absoluta, como tal só teria era de aprovar a Lei sobre a Ivg,

Cara Beladona

Não sou eu quem afirma mas sim um deputado do PS que está citado no meu texto.

Acha mesmo que era democrático legislar sobre um assunto que já tinha sido referendado e em que o NÃO ganhou??????????? Estranha concepção de democracia a sua. Muitissimo diferente da minha. Havia uns partidos no Paralamento que tb defendiam essa opção Bloco de Esquerda e PCP, mas esses são pouco democratas....

Meu caro
De forma alguma o número de pessoas que foi às urnas no último referendo, foi em número significativo para representar a população portuguesa. E se neste referendo a situação se repetir, se não forem às urnas , mais de 50% da população, o mesmo será repetido, senão houver um governo que legisle sem referendo.
O problema é que a religião continua a ser o "ópio do povo" e que o povo português ainda se encontra tão atrasado mentalmente que não pensa pela sua cabeça, mas pelo que os representantes religiosos lhes dizem de forma velada, e os mandam fazer. O Temor medievalista de arder no Inferno, ainda subsiste.
Ps-O caro amigo respondeu ao meu post, mas referiu-se a Beladona, julgo que se enganou no nickname,.

Bem-haja
Voltar ao Topo Ir em baixo
Beladona



Número de Mensagens : 506
Localização : Algarve
Data de inscrição : 25/09/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Sex 12 Jan - 7:26

Caros amigos

O caro JTMB presenteia-nos com mais uma carta politicamente correcta,com ideias interessantes de reformas políticas,que ainda não vi serem resolvidas ou haver pelo menos alguma intenção de serem resolvidos a curto prazo.

E depois,é com espanto que se ouvem apelos contra a IVG.

Concordo completamente com o Longair e a Rosa Latina.

Um abraço da Beladona
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RosaLati
Convidado



MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Sex 12 Jan - 8:06

Movimento Cidadania e Responsabilidade apoia o "sim"
O Movimento de Cidadadia e Responsabilidade apresentou-se este dominmgo como apoiante do "sim" ao referendo sobre o aborto. Este movimento diz que a lei actual é injusta para as mulheres e considera mesmo que se as coisas mudarem os abortos poderão diminuir.

( 18:20 / 07 de Janeiro 07 ) TSF

O Movimento Cidadania e Responsabilidade apresentou-se, este domingo, como mais um grupo em apoio ao "sim" no referendo de 11 de Fevereiro sobre a despenalização do aborto.

Este movimento justifica o apoio ao "sim" pelo facto de estar em causa uma lei injusta que penaliza as mulheres e defende que os estudos científicos apontam para uma baixa no número de abortos em países onde esta despenalização está em vigor.

«Temos a plena consciência que a legalização da interrupção voluntária da gravidez tem provado diminuir com bom enquadramento da contracepção e da educação sexual», afirmou a mandatária deste movimento, numa conferência de imprensa, no Porto.

Para Maria José Magalhães, a actual lei portuguesa não evita o aborto, dado que só em 2008 terão ocorrido 18 mil interrupções voluntárias da gravidez em Portugal, segundo número da Associação portuguesa de Planeamento Familiar.

Outro dos argumentos apresentados por este movimento que vai fazer campanha no distrito do Porto, é o menor dinheiro que o Estado vai gastar com a questão, ao contrário do que defendem os movimentos contra esta despenalização.

«Fica muito mais caro ao nosso país a situação actual do que a situação que resultará em consequência da despenalização do aborto. Já não quero trazer para esta questão aqueles custos que, por razões de convicção e sensibilidade, as pessoas do 'não' são menos sensíveis a eles, que são os custos sociais», explicou Narciso Miranda.

O antigo presidente da Câmara Municipal de Matosinhos é uma das cerca de duas centenas de personalidades que dão a cara por este movimento, que promete uma campanha esclarecedora, baseada no rigor.

Entre as outras personalidades que integram este movimento estão nomes como Agustina Bessa-Luís, Júlio Machado Vaz, Rui Reininho e Sérgio Godinho.
Voltar ao Topo Ir em baixo
JTMB



Número de Mensagens : 111
Data de inscrição : 09/11/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Sex 12 Jan - 12:04

EU ACHO QUE O NÃO VAI GANHAR, e o DN TAMBÉM. GRAÇAS AS DEUS E À PROTECÇÃO DE NOSSA SENHORA. VEJAM ESTE ARTIGO:

Porque não está o 'sim' na rua como já está o 'não'



Paula Sá e Pedro Correia
Rui Coutinho (imagem)

O assunto está a preocupar alguns adeptos da despenalização: a falta de mobilização da campanha do "sim", face aos que se opõem à mudança da actual lei do aborto. Um deles, o socialista Paulo Pedroso, (ESTE NÃO ERA PEDÓFILO? ENTÃO PORQUE QUER ELE MATAR AS CRIANCINHAS) exprimiu essa preocupação há dias no seu blogue, Canhoto.

"Dá-me a sensação de que os estrategas das campanhas do 'não' transpiram vontade de lutar e os das do 'sim' fastio pela maçada", escrevia o ex-ministro do PS, interrogando- -se: "Que esforço de campanha tem feito o povo do 'sim' para se aproximar de indecisos e abstencionistas? Até agora vejo apenas reacção aos temas do adversário."

As preocupações de Pedroso são partilhadas por outros militantes do "sim". Um deles, o arqueólogo Cláudio Torres, declara ao DN: "Do ponto de vista do 'sim', noto um certo recuo e desinteresse, é indubitável." Este militante do Movimento Voto Sim alerta contra a tentação da vitória antecipada, que já levou à derrota eleitoral do "sim" no referendo de 1998: "Muitas vezes o facilitismo pode conduzir ao desastre."

Uma campanha diferente

Mas nem sempre o alarido na praça pública pode ser bom sinal. José Manuel Pureza, professor universitário e activista do Movimento Cidadania e Responsabilidade pelo Sim, entendeu as palavras de Pedroso como "uma chamada de atenção" face ao "grande frenesim" dos adeptos do "não", nomeadamente "através da estratégia de multiplicação e desdobramento de movimentos". Em alternativa, sublinha este dirigente do Bloco de Esquerda, o "sim" deve apostar num "discurso sereno".

A escritora Inês Pedrosa, também do Movimento Cidadania e Responsabilidade , prefere apontar noutra direcção: "Há uma grande abstenção em perspectiva. Isso é sobretudo um problema de quem defende o 'sim'. A nossa campanha terá de combater alguma desmobilização dos eleitores, sobretudo dos mais jovens."

Também ao DN, o social-democrata Vasco Rato desdramatiza: "O 'não' parece mais dinâmico por se ter desdobrado em grupos, imitando o Partido Comunista. Mas a campanha ainda está no início. Desta vez o 'sim' conta com apoios que vão da esquerda mais extrema até ao centro-direita." Ele incluído.

"Não" alentejano

Os movimentos do "não" continuaram ontem a formalizar a entrega de assinaturas, suplantando sempre as cinco mil previstas pela lei, na Comissão Nacional de Eleições. Foi o caso do Alentejo pelo Não que chegou às 9500.

"Um número muito simpático. Não achas? Atendendo a que é o Alentejo?" A representante do movimento por Beja, Maria Teresa Chaves, interpelava assim o representante de Évora, Pedro Geões, satisfeita com a proeza de terem cativado tantos subscritores em terras agrestes aos argumentos mais fundamentalistas sobre o valor supremo da vida desde o momento da concepção.

Foi a mesma Maria Teresa Chaves, dirigente de uma Instituição Particular de Solidariedade Social, que admitiu que o grande catalisador dos movimentos cívicos regionais contra o aborto foi a Plataforma Não Obrigada, que tem andado em cruzada por todo o País. Os seus dinamizadores saíram para o terreno até muito antes de o referendo ter sido marcado pelo Presidente da República.

Às 9500 assinaturas alentejanas corresponde uma imagem que diz tudo do movimento: um desenho infantil, tosco, de um feto na barriga transparente de uma mãe.

"A resolução dos problemas [do aborto clandestino] nunca pode passar pela morte de um ser humano!" O gestor de empresas Pedro Geão insistiu ainda na ideia de que a realidade do aborto clandestino se vai manter mesmo que a despenalização seja aprovada na consulta popular: "Os hospitais não vão conseguir fazer os abortos até às dez semanas e as mulheres e os casais vão recorrer a ele."

Na sua opinião, "a vergonha" vai impedi-los também de recorrer ao serviço público, que, afirmou, não garante o sigilo. Com estas ideias, o movimento vai tentar convencer os alentejanos a votar "não" a 11 de Fevereiro, através de sessões de esclarecimento em todos os concelhos do Alentejo.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Longair



Número de Mensagens : 402
Data de inscrição : 29/08/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Sex 12 Jan - 12:39

o sim não necessita de campanha e gastos monetarios para "ensinar" ás mulheres que por sinal até são maioria neste pais, que, ou são donas do seu corpo ou não são, tudo se resume a isso, claro salvaguardando o que deve ser salvaguardado na responsabilidade de fazer e por uma criança ao mundo, com tudo de bom e mau pode surgir para a familia da criança e a propria, resumindo, ou as mulheres mostram que são inteligentes ou então não passam de umas fotocopias dos homens so que tem apendisses em sitios diferentes, etc no que respeita á anatomia.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Longair



Número de Mensagens : 402
Data de inscrição : 29/08/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Sex 12 Jan - 12:41

o sim so precisa de cabeça, o não ja tem voz mas cabeça, nenhuma.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
RosaLati
Convidado



MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Sex 12 Jan - 14:26

Bom, ia responder ao Caro JTMB, mas o caro Longair, respondeu da forma que eu iria responder. Os apoiantes do sim, não consideram este assunto , como objectos de campanhas partidárias com o apoio do Clero. Os apoiantes do sim, pensam pela sua própria cabeça e consideram que todos os deveriam fazer. Isto não é um jogo, isto é a tomada de posição que o governo tem a obrigação de tomar sózinho. Mas...fazemos questão de continuar a mentalidade atrasadinha da Europa. O que se pode esperar de um povo que na eleição dos "melhores portugueses", vota em artista de novelas, como Morangos com Açucar e Cristiano Ronaldo? povinho influenciavel, não? Ora que se pode esperar? que pensem pelo que os artistas de novela, clero e jogadores de futebol lhes digam para fazer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Longair



Número de Mensagens : 402
Data de inscrição : 29/08/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Sex 12 Jan - 15:28

viva a liberdade da barriga feminina, seu interior a arredores, e se se decidisse um dia que os homens não poderiam fazer uma vasectomia, como seria a situação, ou não se põe?
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Beladona



Número de Mensagens : 506
Localização : Algarve
Data de inscrição : 25/09/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Sex 12 Jan - 15:29

Então,caros amigos Longair e Rosa Latina,isto faz-se?

A tirarem-me as palavras da boca,ou do teclado?...

Um abraço da Beladona
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Longair



Número de Mensagens : 402
Data de inscrição : 29/08/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Sex 12 Jan - 15:31

oba teclado tb fala Smile
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Beladona



Número de Mensagens : 506
Localização : Algarve
Data de inscrição : 25/09/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Sex 12 Jan - 15:34

Não fala mas exprime caro amigo,exprime o que quero dizer...já não se pode divagar...
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Longair



Número de Mensagens : 402
Data de inscrição : 29/08/2006

MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   Sex 12 Jan - 16:59

ok, pois
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Eutanásia/Aborto-Sim ou Não?
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 5 de 13Ir à página : Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 11, 12, 13  Seguinte
 Tópicos similares
-
» Irmão Lourival, fiquei muito curioso em saber sua opinião: quem conhece e pratica o Evangelho de Cristo pode ser a favor do aborto, assim como 76% da IURD?
» Aborto e Canibalismo, tudo a ver. Então entendi... Aborto, fim da Fome, dinheiro no bolso, etc... e o Diabo ganhando espaço.
» O empresário e pró-abortista Bispo Edir Macedo estaria comprando um Hospital. Será que é para fazer Aborto?
» Mulher gera bebê fora do útero e criança sobrevive Embora a gestação tenha colocado mãe e filha em risco de morte, a grávida se recusou a fazer um aborto

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Porque a Monarquia também é Política :: Visões Políticas :: Nada de Politiquices-
Ir para: